Tag Archives: Portugal

Conference: Turismo e alimentação, Chaves, 18.04.2012

APAP – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ANIMAÇÃO E PEDAGOGIA – UTAD (PÓLO DE CHAVES)

3º TURCHAVES – CICLO DE CONFERÊNCIAS SOBRE TURISMO: “Turismo e alimentação”

Chaves (Portugal), 18 de Abril de 2012 (Quarta-feira)

Apresentação

O objetivo deste ciclo de conferências é refletir coletivamente sobre a relação entre turismo e alimentação, uma relação mutável que, na atualidade, tem convertido a comida em produto turístico consumido de diversas formas e com plurais significados.

Os alimentos servem, de uma forma prática, para satisfazer necessidades primárias, mas encontram-se, simultaneamente, associados a afetos e emoções nutridos pela gente e pelos espaços onde nos alimentamos. Para além disso, os alimentos são um elemento configurador das nossas memórias e identidades. Noutra perspetiva, os alimentos podem ser pensados como elementos de ligação entre o local e o global, entre o capitalismo dominante e as economias locais. A organização da comida expressa igualdades e desigualdades, semelhanças e diferenças culturais, entre grupos e subgrupos humanos. A comida não se reduz a uma simples atividade biológica ou de nutrição, podendo ser considerada também um campo de luta ideológica, entre indivíduos e grupos.

Hoje em dia, a alimentação é um elemento central na experiência turística; nalguns casos é algo periférico, mas noutros ela torna-se central, daí que falemos em turismo gastronómico e turismo alimentar. O turismo alimentar, nas suas mais variadas expressões (ex. enoturismo, caféturismo, restauração, rotas turísticas alimentares, etc.), é parte das experiências turísticas, como motivação e prática turística estruturante e estruturadora das memórias turísticas. O turismo gastronómico pode ser entendido como algo mais do que comida no prato:

A visita a produtores primários ou secundários de alimentos, participação em festivais gastronómicos e procura de restaurantes ou lugares específicos donde a degustação de alimentos e toda experiência inerente é a motivação principal para viajar” (Hall e Mitchell, 2001).

Com esta conferência queremos debater estas questões acima explicitadas, de forma a produzir um pensamento, num contexto de educação turística superior, que permita construir melhores formas de fazer turismo. Pretendemos também que esse pensamento tenha uma incidência, em primeiro lugar, na conexão com o espaço envolvente: Trás-os-Montes, Norte de Portugal, Galiza, Península Ibéria. É nossa intenção, ainda, aprender a pensar e a refletir o turismo, na sua relação com a alimentação, enquanto atividade humana complexa, mutável e dinâmica, admitindo que este “aprender a pensar” é uma atividade eminentemente prática, dinâmica e necessária para melhor construir o futuro.

Referência bibliográfica:

HALL, C. MICHAEL Y MITCHELL, RICHARD (2001): Wine and Food in Tourism. Brisbane: John Wiley & Sons.

Dinâmica

Com base na comunicação de oradores académicos, empresários e agentes de desenvolvimento ligados ao campo do turismo alimentar, tencionamos organizar um debate estruturado em 4 linhas temáticas:

a) A importância dos produtos locais na sua relação ou não com o turismo.

b) A restauração como experiência de mediação turística.

c) A patrimonialização, a promoção e a valorização dos alimentos e a sua influência no consumo turístico.

d) A educação e formação de profissionais no campo do turismo alimentar.

Estas linhas temáticas serão abordadas em 4 mesas redondas, com comunicantes previamente convidados. Cada orador terá um tempo de uns 15-20 minutos, aproximadamente, para contar a sua experiência-reflexão sobre o tema, tendo posteriormente um debate com todos os assistentes.

As palestras serão gravadas audiovisualmente e nelas colaborarão os alunos da licenciatura em turismo do Pólo da UTAD em Chaves.

PROGRAMA DA JORNADA: 18 de Abril

9:00: Abertura oficial

Representantes da UTAD

Representantes da Câmara Municipal de Chaves e outras instituições

9:30 – 11:00: 1º Tema: Produtos locais e turismo. Comer o local, o global ou o glocal?

1. Artur Cristóvão (CETRAD-UTAD)

2. Alexandre Rebelo (Minhorigem – Associação Agro-ecológica do Minho)

3. Emilio Louro (Secretario da Confraria de Pescadores de Lira – A Corunha)

Moderador: Xerardo Pereiro (UTAD)

11:00: Pausa para degustação de produtos locais e produtos ecológicos da região de Trás-os-Montes e da Galiza

11:30 – 13:00: 2º Tema: Restaurantes e experiências turísticas emocionais. Somos o que comemos, como comemos ou com quem comemos?

1. Rui Paula (Cozinheiro e gastrónomo)

2. Amílcar Salgado (Produtor de Vinho da Quinta de Arcossó – Vidago)

3. Carlos Fernandes (Instituto Politécnico de Viana – CETRAD)

Moderador: Varico Pereira (CEDTUR- ISMAI)

13:00 – 14:30: Pausa para almoço com produtos locais e produtos ecológicos

14:30 – 16:00: 3º Tema: Gastronomia, turismo e património cultural. “Gastronomia portuguesa: património da humanidade?”

1. Francisco Sampaio (Gastrónomo e Ex-presidente da Ex-Região de Turismo do Alto Minho)

2. Daniela Araújo (CETRAD)

3. Paulo Sá Machado (Gastrónomo)

Moderadora: Prof.a Dr.a Verónica Lapa (UTAD)

16:00 – 16:15: Pausa

16:15 – 18:00: 4º Tema: Alimentação, turismo e educação. Ensinar a comer – ensinar a viajar

1. Joxe Mari Aizega (Diretor do Basque Culinary Center – Universidade de Mondragón – País Basco – Euskadi).

2. Paulo Vaz (Escola de Hotelaria e Restauração do Douro – Lamego).

3. Patricia Cuevas (Diretora do Centro Superior de Hosteleria de Galicia -Santiago de Compostela)

Moderadora: Prof.a Dr.a Isabel Costa (UTAD)

 18:00: Encerramento e conclusões

 

  • Local de celebração das palestras: AUDITÓRIO DO PÓLO DA UTAD EM CHAVES (Outeiro Seco – Chaves)
  • Horário: Das 9:00 às 18:00 horas
  • Organização:

Xerardo Pereiro, Veronique Lapa, Varico Pereira e Isabel Costa (UTAD)

APAP e UTAD-Pólo de Chaves

Mais informação: www.utad.pt

Xerardo Pereiro (xperez@utad.pt)

ORGANIZA:

APAP – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ANIMAÇÃO E PEDAGOGIA – UTAD (PÓLO DE CHAVES)

APAP, CEDTUR (ISMAI), CETRAD- UTAD

Advertisements

CFP : VIII CITURDES – CONGRESSO INTERNACIONAL DE TURISMO RURAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO – PÓLO de Chaves
VIII CITURDES: CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE TURISMO RURAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

“TURISMO RURAL EM TEMPO DE NEORURALIDADES”

CHAMADA PARA ENVIO DE COMUNICAÇÕES, FILMES E PÓSTERS
Chaves (Portugal), 25-27 de Junho de 2012
Webs: www.utad.pt/<http://www.utad.pt/> www.cetrad.info<http://www.cetrad.info/>
A 8ª edição do CITURDES tem como objectivo reflectir sobre o papel do turismo em contextos de pós-ruralidades ou neo-ruralidades, segundo as perspectivas teóricas adoptadas. Nestes novos contextos, os turistas encontram-se não apenas com os velhos residentes rurais, mas também com novos habitantes neorurais, recém-chegados, retornados ou outros que se deslocam ao rural na procura do que imaginam ser uma melhor qualidade de vida. Esta translocalidade, que questiona a falsa e simplista dicotomia rural/urbano, é especialmente relevante quando falamos de turismo rural e desenvolvimento sustentável, pois observa-se uma mistura complexa de agentes sociais que estão a reconstruir e resignificar os tradicionalmente chamados espaços rurais. É o que Jesús Oliva (2010) denomina como “new rural melting pots”, para o qual contribui decisivamente o turismo rural associado às ideologias da renaturalização e da patrimonialização cultural.

O Congresso tem como objectivo criar um espaço de encontro de académicos e investigadores, na sua maior parte ibero-americanos, e também de propiciar o contacto com a realidade rurbana do interior Norte de Portugal e da Galiza.

Poderão ser apresentadas comunicações, filmes e posters (ver www.utad.pt<http://www.utad.pt/>) até o 31 de Dezembro de 2011, enviando para: citurdeschaves@utad.pt<mailto:citurdeschaves@utad.pt>. Haverá conferencistas de destaque como Bernard Lane, Elisabeth Kastenholz, Ivo Elesbão, Artur Crosby e Marcelino de Souza. O Congresso terá lugar nas instalações do Pólo da UTAD em Chaves (ver http://www.esechaves.pt/ ) e oferece um programa social que permitirá conhecer alguns aspectos da ruralidade e rurbanidade deste canto do Noroeste Ibérico peninsular.

Temáticas gerais

1. Turismo rural e desenvolvimento local

2. TER e processos de reconfiguração e invenção das áreas rurais

3. TER e emprego

4. TER e impactos socioculturais

5. TER e políticas públicas

6. Agroturismo e turismo rural comunitário

7. TER e construção dos géneros

8. TER e TICs

9. TER, bioconstrução e energias renováveis

10. TER e alimentação

11. TER e interculturalidades

12. Animação e TER

13. TER e (trans)fronteiras

14. TER e sistemas de cooperação

15. TER, o audiovisual e a comunicação

Workshop: Tradições que Vivem Encontro sobre Património Cultural Imaterial

Encontro sobre Património Cultural Imaterial
13 – 16 Outubro 2011,
INATEL Foz do Arelho
PROGRAMA PROVISÓRIO
13 de Outubro (quinta-feira)
16h00 às 20h00 – Recepção dos participantes
20h00 – Jantar
21h30 – Grupo Musical 4 ao Sul
14 de Outubro (sexta-feira)
9h30 – Abertura Oficial
10h30 – Comissão Nacional da UNESCO e a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial
11h00 – Pausa para Café
11h15 – 1º Painel – As Instituições e a Convenção para a Salvaguarda do PCI
Moderador: Embaixador Francisco Andersen de Guimarães, Comissão Nacional da
UNESCO
Oradores:
Instituto dos Museus e da Conservação (a confirmar)
Centro Nacional de Cultura – Dr. Lourenço de Almeida;
Governo Regional dos Açores, Direcção Regional de Cultura – Dr. Jorge
Bruno Paulus
Fundação INATEL – Dra. Cristina Paula Baptista
12h15 – Debate
13h00 – Almoço
15h00 – 2º Painel: Projectos Tradições Orais
Moderador:
Prof.
Dra. Salwa El
Shawan Castelo-Branco,
Instituto de
Etnomusicologia
Centro de Estudos em Música e Dança
Oradores:
Centro de Música Tradicional “Sons da Terra”/Sendim – Dr. Mário Correia
Projecto “MEMORIAMEDIA e-Museu de Património Imaterial”
Dr. José
Barbieri,
Memória Imaterial – Cooperativa Cultural CRL
Toponímia de Machico Dr. Élvio Sousa, Gabinete de Arqueologia, Arte e História
da Câmara Municipal de Machico
16h00 – Debate
17h00 – Pausa para Café
17h15 – Estudo de Caso – Bonecos de Santo Aleixo
CENDREV – Centro Dramático de Évora
20h00 – Jantar
21h30 – Exibição do filme Sinfonia Imaterial, de Tiago Pereira, encomenda Fundação INATEL
15 de Outubro (Sábado)
9h30 – Visita ao Museu da Cerâmica das Caldas da Rainha e Fábrica/Olarias
Nota:
Actividade extra programa
13h00 – Almoço
15h00 – 3º Painel: Artesanato e o Saber Fazer
Moderador: Prof.ª Dr.ª Antónia Pedroso Lima, CRIA – Centro em Rede de
Investigação em Antropologia
Oradores:
Projecto Rotas de Cerâmica –
Dr.
José Luiz de Almeida Silva,
CENCAL – Centro
de Formação Profissional para a Indústria Cerâmica;
Lenços dos Namorados – Dra. Paula Isaías, Cooperativa Aliança Artesanal;
Festa dos Tabuleiros, Câmara Municipal de Tomar (a confirmar)
16h00 – Debate
17h00 – Pausa para Café
17h15 – Estudo de Caso – Candidatura do Fado à Lista Representativa do PCI da
Humanidade
Dr.ª Sara Pereira, Museu do Fado
20h00 – Jantar
21h30 – Grupo Musical Toques do Caramulo
16 de Outubro (Domingo)
10h00 – 4º Painel: Passados no Presente
Moderador: Dr.ª Catarina Vaz Pinto (Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de
Lisboa) (a confirmar)
Oradores:
Festas do Povo de Campo Maior
– Vereadora do Pelouro da Cultura, Dra.
Isabel Raminhas,
Câmara Municipal de Campo Maior (a confirmar)
A Dieta Mediterrânica em Tavira –
Dr. Jorge Queiroz,
Câmara Municipal de
Tavira
Guia de Observação do Património Rural –
Eng.ª Custódia Correia., Equipa de
Promoção e Desenvolvimento dos Territórios Rurais da
DirecçãoGeral de
Agricultura e Desenvolvimento Rural
Semana Santa de Idanha-a-Nova – Hélder Ferreira, PROGESTUR –
Associação para a Promoção, Gestão e Desenvolvimento do Turismo Cultural
Português
11h00 – Debate
11h30 – Pausa para Café
11h40 – Papers
Moderador: Dra Cristina Paula Baptista, Fundação INATEL
Oradores: 3 Papers
12h40 – Debate
13h10 – Conclusões – Ludgero Mendes, Associação CIOFF Portugal
13h20 – Encerramento dos trabalhos
13h30 –
Almoço com animação

Sief Congress Lisbon, Panel Making heritage, making knowledge – April 19th and 20th

During the 10th Sief Congress to be held in Lisbon, Portugal, Kristin Kuutma (University of Tartu) and Valdimar Tr. Hafstein (University of Iceland) are directing a panel called “Making heritage, making knowledge”.

19 Apr, 2011 at 16:30
Faculty of Social and Human Sciences of the Universidade Nova de Lisboa, Av. de Berna 26, Lisbon

Argument

A formation of recent vintage, seized upon by a vast array of actors under a variety of circumstances in hundreds of thousands of scattered places, the success of cultural heritage in recent years and decades has been phenomenal. Mobilizing people and resources, reforming discourses and transforming practices, cultural heritage changes the world.

The recent re-theorization of heritage as a social construction and cultural practice combines places and people, objects and expressions while drawing attention to the process of heritage-making. On the ground, cultural heritage is a strong and flexible language for staking claims to culture and claims based on culture. As an asset for acquiring socio-political capital, as a channel for economic resources, and as a frequent bone of contention, cultural heritage plays an important role in the global politics of culture.

The construction and identification of cultural heritage is always an act of politics and power; it depends on who defines cultural heritage and who has the control to conceptualize its stewardship. Cultural heritage plays on the categories of time and space, on continuity and locality in contrast with their opposites. A value-laden project of ideology, it makes claims for ownership, purity, and restitution. At the same time, analysing how cultural heritage is identified and instrumentalised requires critical investigation into how knowledge of heritage is made and disseminated, and how it generates categorical distinctions, exclusions and inclusions.

This panel has been convened to explore the various interfaces of heritage making and knowledge production.

Papers

Cultural heritage and the theory of repetition
Pertti Anttonen (University of Helsinki)

Framing folklore, framing heritage
Diarmuid Ó Giolláin (University of Notre Dame)

Knowledge and power in the UNESCO World Heritage system
Christoph Brumann (Max Planck Institute for Social Anthropology, Halle)

Sex, lies and heritage
Ellen Hertz (University of Neuchâtel, Switzerland)

Knowledge production and the National Museum
Kristin Kuutma (University of Tartu)

Unknowing a museum: memories and proposals for Lisbon’s Folk Art Museum
Alexandre Oliveira (ISCTE- Lisbon University Institute)

Making Sámi heritage: representations of Sámi culture and history in museum exhibitions
Nika Potinkara (University of Jyväskylä)

Heritage, power and ethnicity: a Norwegian case study
Arne Bugge Amundsen (University of Oslo)

Making noble World Heritage in Tana Toraja, Indonesia
Karin Klenke (University of Goettingen)  email

Heritage, knowledge, and conflict
Markus Tauschek (Universität Kiel)

World Heritage in the making: making politics and making conceptualizations
Hans-Jakob Ågotnes (University of Bergen)

Making Swiss intangible cultural heritage: tensions between the centre and its peripheries
Florence Graezer Bideau (EPFL)

Legal ground: metaphysical place for heritage making
Anita Vaivade (Latvian Academy of Culture)

“Swiss watch-making hasn’t changed!” The production of historical continuities and the heritagization of the watch-making industry in the Swiss Jura region

Hervé Munz (University of Neuchâtel)

Birth and life of historic centres in metropolitan areas
Filipa Ramalhete (Universidade Autónoma de Lisboa)  and Flavio Barbini (Universidade Autonoma de Lisboa)

More details


Conference: Turismo, Lazer e Cultura, Coimbra, 2011

Caro(a) Colega, Vai ter lugar de 27 a 29 de Setembro de 2011, na cidade de Coimbra, o Congresso Internacional Turismo, Lazer e Cultura: Destinos, Sustentabilidade e Competitividade, uma organização do Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território CEGOT e do Departamento de Geografia da Universidade de Coimbra, com o apoio da TC – Turismo de Coimbra, E.M.

São vários os eventos que vão decorrer ao longo destes três dias:
– O Seminário Gastronomia e Vinhos integra-se no Congresso Internacional com o objectivo de proporcionar um espaço de debate centrado em dois temas (I) Gastronomia e Restauração (II) Vinhos e Enoturismo e está aberto à participação dos interessados em submeter comunicações, tendo como prazo limite para a submissão o dia 31 de Março de 2011.
– A FITUC – Feira Internacional de Turismo de Coimbra, localizar-se-á num espaço contíguo à Rua Larga e próximo do Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra. Esta pretende ser um espaço de exposição, de divulgação e de promoção, no qual estarão organizações, entidades, empresas e associações locais e regionais. Este espaço que irá acolher vários agentes que promovem e valorizam o turismo nacional, será essencialmente de encontro entre os profissionais e a população, local e turista.
– Uma
Mesa Redonda com representantes do turismo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP.

A abertura do Congresso Internacional Turismo, Lazer e Cultura: Destinos, Sustentabilidade e Competitividade marca o Dia Mundial do Turismo (27 de Setembro). Para além disto, o Congresso celebra os 100 anos que decorreram desde o Primeiro Congresso de Turismo realizado em Portugal (IV Congresso Internacional de Turismo, Lisboa 1911) e, por último, mas não menos relevante, associa-se às Comemorações do Centenário da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1911-2011).

Conferencistas Internacionais Convidados Keynote Speakers
David Crouch Professor de Geografia Cultural, Universidade de Derby, Reino Unido
Auliana Poon Directora Executiva Tourism Intelligence International, Santa Cruz, Trindade e Tobago
Regina Schlüter
Directora Centro de Investigações e Estudos Turísticos, Buenos Aires, Argentina

As inscrições e todas as informações estão disponíveis no sítio: https://www.uc.pt/fluc/cegot/ctlc2011coimbra/ Acompanhe-nos: Facebook: aqui Twitter: www.twitter.com/ctlc2011 Na expectativa de que este(s) nosso(s) evento(s) possa(m) merecer a sua melhor atenção, despedimo-nos com os nossos melhores cumprimentos, A Comissão Executiva Congresso Internacional Turismo, Lazer e Cultura

Seminar: IRINA PODGORNY “El hombre del Gran Tatú – Colecciones, palabras y museos para la prehistoria, 1850-1880” Evora, Protugal -CEHFCi – 11/02/2011

Senhores(as) Professores(as) Investigadores(as)

Segue em anexo, cartaz divulgativo acerca do Ciclo de Seminários de
Investigação CEHFCi | Programa de Doutoramento em História e Filosofia da
Ciência/Museologia.

Próximo dia 11 de Fevereiro, terá como oradora:

Prof.ª IRINA PODGORNY – CONICET- Museo de La PLata (Argentina) e Max
Planck Institute for the History of Science (Alemanha)

“El hombre del Gran Tatú – Colecciones, palabras y museos para la
prehistoria, 1850-1880”

Universidade de Évora | Palácio do Vimioso | Sala 111 | 14h30m

cehfc@uevora.pt
http://cehfc.officinalis.org

CFP: Sharing cultures 2011

Sharing Cultures 2011
International Conference on Intangible Heritage
Tomar – PORTUGAL
3 – 6 July 2011

Call for papers now open at:
http://sc2011.greenlines-institute.org

– Title: Sharing Cultures 2011
– Dates: 3 – 6 July 2011
– Place: Tomar
– Country: Portugal
– Scope: Sharing Cultures 2011 follows the path established by the previous Conference on Intangible Heritage (Sharing Cultures 2009) and aims at pushing further the discussion on Intangible Cultural Heritage (ICH), under the main topics proposed by the UNESCO Convention (please refer to the list of Topics). Now that the concept of ICH has gained its rightful place among the scientific community and that a large number of research works are recognised as fundamental pieces for the comprehension of human societies, organisations and ways of living, scientific events that gather scholars, researchers and academics with on-going work on ICH are privileged moments to share experiences, problems, questions and conclusions. Sharing Cultures 2011 aims at being one of those moments, gathering some of the most prominent researchers in this area, inviting all Delegates to share their recent work and achievements. Furthermore, Sharing Cultures 2011 will include a number of workshops on traditional craftsmanship, promoting some hands-on experience to all Delegates, who will have the opportunity to learn from the real owners of traditional know-how. Authors intending to submit papers to Sharing Cultures 2011 are encouraged to address one of the topics of the Conference, making evidence of ongoing research work. The Conference will welcome papers and presentations on field work, case studies and theoretical approaches to ICH.

– Contact persons:
Alberto Moreno (Mr.) – Secretariat –  sc2011@greenlines-institute.org<mailto:sc2011@greenlines-institute.org>
Sérgio Lira (Prof.) – Co-Chairman –  slira@greenlines-institute.org<mailto:slira@greenlines-institute.org>

– Organiser:
Green Lines Institute for Sustainable Development
Av. Alcaides de Faria, 377, S.12
4750-106 Barcelos
PORTUGAL
Telephone: + 351 253 815 037
Fax: + 351 253 824 730
mail@greenlines-institute.org<

Seminar: Maria Cardeira da Silva, Tourisme, culture et société autour du patrimoine d’origine portugaise au Maroc et en Mauritanie, Tours

Tourisme, culture et société autour du patrimoine d’origine portugaise au Maroc et en Mauritanie

Dans le cadre du projet Mutual Heritage, from historical integration to contemporary active participation, le cycle de conférences 2010-2011 organisé par Laura Verdelli et Emilie Destaing se poursuit avec l’intervention de Mme Maria Cardeira da Silva, professeur en anthropologie à l’Universidade Nova de Lisbonne.

Fruit de la conquête portugaise amorcée au XVème siècle dans plusieurs villes du littoral du sud de la Méditerranée, il existe aujourd’hui un héritage lusitanien assez important qui s’est peu à peu intégré dans le patrimoine national de ces pays. Pour nous parler des problématiques et des enjeux liés au tourisme, à la culture et à la société autour de ce patrimoine d’origine portugaise, Maria Cardeira da Silva nous emmènera, en partant de Lisbonne et des rhétoriques qui accompagnent les politiques de coopération culturelle, jusqu’à Ouadane en Mauritanie, en passant par El Jadida et Azemmour au Maroc, avec un petit détour par l’Amazonie… Ce tour d’horizon permettra de confirmer, une fois encore, la puissance politique du patrimoine au niveau des identités nationales, diasporiques et des relations internationales, sans pour autant la déconnecter des tactiques personnelles des intervenants dans ce processus pour la gestion de leur propre identité (de classe, de genre…), dans le cadre de structures sociales et politiques spécifiques.

Maria Cardeira da Silva est professeure à l’Universidade Nova de Lisbonne et directrice de recherche du groupe Cultures : Pratiques, Politiques et Étalages au Centre en Réseau de Recherche en Anthropologie (CRIA) au Portugal. Ses travaux portent sur les questions du genre, des droits humains, du tourisme et du patrimoine dans les contextes arabes et islamiques. Elle est actuellement responsable scientifique du projet Châteaux à Bâbord, financé par la Fondation pour la Science et la Technologie (Lisbonne), qui envisage les effets et les reconfigurations sociales et culturelles liés au processus de patrimonialisation, à la coopération culturelle et au tourisme des sites patrimoniaux d’origine portugaise.

La conférence aura lieu le mardi 14 décembre 2010, à 18h, au Département Aménagement de Polytech’Tours (salle 11) – 35 allée F. de Lesseps, quartier des 2 Lions, Tours.

Workshop : Sief Working Group on ‘Cultural Heritage and Property’

Working Group on ‘Cultural Heritage and Property’ 2nd Meeting
16th September 2010, Lisbon, Auditório 1, FCSH-UNL (Av. Berna, 26-C, 1069-061 Lisboa)
17th September, Universidade Fernando Pessoa, Porto.

After the 1st and successful meeting of the WG in Tartu, Estonia, in August 2009, we are pleased to announce the 2nd meeting of the SIEF’s Working Group on ‘Cultural Heritage and Property’, to be held in Portugal from 16 to 17 September 2010.

This meeting addresses the relationships between heritage and power. It aims to discuss in a comprehensive way and with ethnographic grounds the discourses and practices associated with the contemporary production and consumption of localized heritage in the current context of the global capitalist ideology. (Note: the adopted work language will be English)

Organization: Luís Silva, Paula Mota Santos
Partnerships: Centre for Research in Anthropology (CRIA / FCSH-UNL, Lisbon); Fernando Pessoa University (Porto)
More details

http://www.cria.org.pt/

CFP 2nd Meeting of SIEF’s WG on Cultural Heritage & Property 2010, Last Call

2nd Meeting of the SIEF’s Working Group on ‘Cultural Heritage and Property’
Call for Papers
We are pleased to announce the second and last call for papers for the 2nd meeting of the SIEF’s working group on ‘Cultural Heritage and Property’, to be held in Portugal from 16 to 17 September 2010, concerning the theme Heritage and Power.
As anthropological literature produced in the last decades show, power is a central matter within the realm of heritage. Heritage products and places are shaped by different kinds of power relations. The current capitalist ideology is the driving force of the contemporary processes of conversion of different types of cultural goods into heritage commodities, which are exchanged in the global tourist market. It also informs a set of global and local discourses and practices about heritage in a wide range of geographical contexts. In these processes, individuals and collectivities make up and participate in several ‘fields of power’ (Wolf 1999) in order to achieve their own political, social, and economic purposes. Politicians, specialists, tourist entrepreneurs, and local populations are the forces implicated in it. They all produce discourses and daily practices which are inscribed in particular contexts and which produce and transform power structures.
This meeting aims to discuss in a comprehensive way the concepts, ideas, and practices that inform the entwining of heritage and power. Proposals should deal with the following questions: What kind of power relations are woven into heritage and how?
How are they recombined in specific contexts? How are they objectified within contemporary ‘globalizing dynamics’ (Sassen 2006)? Papers with ethnographic grounds are especially welcome, but inquiries into theory are also expected.
Main topics include heritage policies and local practices; heritage guardianship and proprietorship; heritage preservation and interpretation; heritage tourism promotion and consumption; social agents and processes related to the construction and management of heritage.

Organization:
Luís Silva – Centre for Research in Anthropology (CRIA / FCSH – UNL, Portugal)
Paula Mota Santos – University Fernando Pessoa (Porto, Portugal)
Location: Lisbon and Porto (Portugal)
Fees: There is no fee for the meeting. But participants carry their own cost of travel and
accommodation.
Work Language: English
Application: To apply for participation in the meeting, please send an abstract (around 250 words) to
Luís Silva (luis.silva98@gmail.com), and Paula Mota Santos (pmsantos@ufp.edu.pt).
Abstract submission deadline: 15 May, 2010. Later abstracts will not be considered.